Buscar

Celebração Eucarística marca os 112 anos da criação da Diocese de Santa Maria

No dia em que celebramos a Assunção de Nossa Senhora também se celebram diversas datas importantes para a arquidiocese.



Como forma de render Graças pela passagem de algumas datas importantes para a Arquidiocese de Santa Maria, Dom Leomar Antônio Brustolin, presidiu uma celebração Eucarística, na Basílica da Medianeira, concelebrada pelo recém ordenado bispo, Dom Bertilo Morsch e por diversos membros do clero, diáconos e seminaristas. A data de 15 agosto é muito simbólica, pois além e ser a data da Solenidade da Assunção da Bem-aventurada Virgem Maria também é o dia da fundação da Diocese de Santa Maria, que completou ontem 112 anos.

No entanto, o 15 de agosto nos faz memória de outras datas especiais, algumas estão relacionadas diretamente à Basílica da Medianeira, outras ao próprio arcebispo e também a congregações que tanto colaboram para a missão desta Igreja particular.


Além da criação da criação da Diocese de Santa Maria, em 15 de agosto de 1910, através da Bula Praedecessorum Nostrorum, pelo Papa São Pio X, que mais tarde, em 13 de abril de 2011, foi elevada a arquidiocese pelo Papa Bento XVI.


Neste dia, em 1935, foi feito o lançamento oficial da pedra fundamental do Santuário N. Sra. Medianeira. Marco para o início da construção que hoje conhecemos. Também em um 15 agosto, mas no ano 1985, aconteceu a inauguração oficial do Santuário da Medianeira, que após dois anos, passou a ser chamado de Santuário-Basílica Nossa Senhora da Medianeira de Todas as Graças.

Com a inauguração do Santuário, também aconteceu há 37 anos, a posse das Irmãs Pequenas Operárias de N. Sra. Medianeira, que desde então atuam nos cuidados do Santuário. Em 1998, como forma de melhorar a acolhida aos visitantes foram criados os Guardiões do Santuário Basílica, que comemoram 24 anos de existência.


No ano de 2021, o Papa Francisco nomeou Dom Leomar Antônio Brustolin como arcebispo. Assim, a Basílica da Medianeira acolheu, em 15 de agosto de 2021, a posse canônica de seu segundo arcebispo. Além da posse, o metropolita também comemora seu aniversário de vida nesta data.


Celebramos o dia do Marista, por ser Maria a nossa Boa Mãe a padroeira da instituição Marista.


Em sua homilia o arcebispo destacou a Assunção de Maria: “Maria chegou onde todos desejamos, ela chegou plenamente na glória da Trindade, ela foi elevada plenamente até Deus”. E continuou com explicações do livro do Apocalipse e do Evangelho, que trata da profecia de Maria: “Em todos os tempos diremos bendita é tu entre as mulheres”. E continuou com a citação de Hebreus: “com olhos fixos em Jesus, caminhamos com Maria” e concluiu dizendo:

“Maria pode ser sintetizada pela frase: Maria foi quem não somos, Maria já é quem seremos!”.

A celebração encerrou com a realização de um lucernário em frente à imagem de Nossa Senhora Medianeira, onde foi realizada a oração da Ave Maria e a consagração à Nossa Senhora através do canto Salve Regina e anunciou o inicio da reforma da Basílica da Medianeira.