Buscar

Padre José Ulysses e Dom Leomar apresentaram Maria na Piedade Popular e na América Latina.

Simpósio de Mariologia, realizado na UFN, destacou a relação de Maria na ótica do povo.




Na primeira parte da tarde, na continuação das conferências, tivemos a palestra do reitor da Academia Marial, padre José Ulysses, CSsR, com mediação do padre Junior Lago. O palestrante abordou a temática Maria na piedade popular, onde com veemência destacou a importância de tentar conciliar a piedade popular com a liturgia da Igreja para que haja melhor compreensão do povo de Deus no encontro com o próprio Deus. Apresentou Jesus como sendo o único e eterno sacerdote da Liturgia e Maria como a grande sacerdotisa da Piedade popular. É a Mãe que em muitos lugares conduz multidões para a oração ao filho, por esse motivo ele há a necessidade de um resgate da Piedade popular.


Na segunda parte, com mediação do padre Celito Moro,

o arcebispo metropolitano, dom Leomar Antônio Brustolin, ministroua a conferência com o tema sob o olhar de Guadalupe: Maria na América Latina. Inicialmente destacou sobre o motivo de ter escrito o livro no que ele usou de fundamento para a sua fala, inspirado após uma peregrinação feita por ele ao santuário da guadalupana em que ele desejava vê-la, porém, quando soube que seria ele que celebraria a santa missa percebeu que a 'madrezita' o queria sob o seu olhar, sob seus cuidados. Posteriormente destacou a história do povo asteca até a colonização do espanhóis que matavam aquele povo em nome de Cristo. Isso serviu para que nascesse uma negação aos cristãos por parte dos astecas. Daí que a própria Virgem surge para um asteca de nome Juan Diego, que havia sido recém-convertido por frades franciscanos que haviam iniciado missões naquele território. Uma história que mostra a uma aparição mariana com dinâmica sinodal no processo do humilde asteca com o magistério da Igreja. O bispo não aceita de primeira a história do índio por causa do contexto histórico do monte Tepeyak, o monte onde nossa Senhora quis fazer sua morada. Dom Leomar destacou a frase da Virgem "não temas, não sou eu a sua Mãe?" No intuito de mostrar que devemos nos colocar debaixo do manto de nossa senhora nos momentos difíceis


Texto: Seminarista Marco Jr.