Buscar

Dom Leomar recebe Síntese da Fase Diocesana do Sínodo

Atualizado: 28 de jul.

Após meses de trabalho, comissão de animação para Sínodo na arquidiocese entregou ao arcebispo o resultado da escuta do povo de Deus.


Durante a celebração eucarística, no dia 24 de julho, às 18 horas, na Basílica da Medianeira, representantes da Comissão Arquidiocesana de Animação para o Sínodo entregaram ao arcebispo metropolitano, Dom Leomar Antônio Brustolin, a síntese de todo o processo de escuta do povo de Deus, desta Igreja particular.


O processo de escuta sinodal, convocado pelo Papa Francisco, com o objetivo de ouvir as pessoas para estabelecer uma Ação Pastoral mais eficiente, iniciou na Arquidiocese de Santa Maria, oficialmente no dia 17 de outubro. Os questionários que serviram como base para a criação da síntese atenderam ao tema: “Por uma Igreja Sinodal: comunhão, participação e missão” e abrangeram os residentes nos 26 municípios que formam a arquidiocese.


O sentido da síntese não é dar voz para respostas com o mesmo sentido, mas sobretudo compreender a diversidade, a pluralidade e mesmo o contraditório em cada questionamento realizado.


De acordo com o trecho da apresentação lida pelo padre Junior Lago durante o momento da entrega “Com esta síntese queremos, de fato, apresentar tudo o que foi escutado e refletir as suas considerações, as ideias e as reflexões sintetizadas, aspiramos que, com as luzes do Espírito e a intercessão de Nossa Medianeira de Todas as Graças, dentro de um processo de participação fraterna, as respostas elencadas a seguir possam expressar de modo, mais fielmente possível, a realidade local da nossa arquidiocese e possam colaborar com o processo de escuta sinodal, momento tão importante e agraciado, para o qual fomos convocados pelo Santo Padre. A sequência deste documento apresenta em tópicos, os aspectos pontuados seguindo a ordem sugerida: Questão fundamental, Companheiros de viagem, Ouvindo, Falando, Celebração, Compartilhar a responsabilidade para nossa missão comum, Diálogo na Igreja na Sociedade, Ecumenismo, Autoridade e Participação, Discernir e Decidir e Formando-nos em Sinodalidade. Esperamos que as considerações feitas à luz do Espírito Santo, nos inspirem a crescer na sinodalidade”.


O Sínodo acontece em três fases distintas, a primeira fase, chamada de Diocesana. A segunda fase, chamada de Continental, de setembro de 2022 à março de 2023 e a terceira fase que acontece na Assembleia Geral do Sínodo dos Bispos, em outubro de 2023, em Roma. As respostas das comunidades locais foram organizadas em um documento que será enviado para as etapas seguintes do processo de escuta.