top of page
Buscar

Arcebispo de Santa Maria assume presidência do Regional Sul 3 da CNBB

Em reunião reservada na noite desta terça-feira, 25 de abril, o Regional Sul 3 elegeu sua nova Presidência para o quadriênio 2023-2027: dom Leomar Antonio Brustolin, dom Cleonir Dalbosco e dom Carlos Rômulo Gonçalves e Silva para os cargos de Presidente, Vice-Presidente e Secretário da Presidência, respectivamente.

O processo eletivo escolheu individualmente cada um dos três bispos que estarão à frente da Igreja Gaúcha nos próximos quatro anos, em uma votação que considerou a maioria de dois terços para a eleição, conforme o processo eletivo nacional.

A eleição da nova presidência do Regional Sul 3 ocorrei durante a 60ª AGCNBB, em Aparecida-SP.



Leomar Antônio Brustolin nasceu no dia 15 de agosto de 1967, no município de Caxias do Sul. Cursou Filosofia na Universidade de Caxias do Sul (UCS) e Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), concluindo em 1990. Foi ordenado presbítero em 20 de dezembro de 1992.

Atuou na Diocese de Caxias do Sul até ser nomeado bispo auxiliar da Arquidiocese de Porto Alegre – a ordenação episcopal ocorreu em 25 de março de 2015, na sua cidade de origem, sob a presidência de Dom Jaime Spengler, arcebispo de Porto Alegre. Em 02 de junho de 2021 o Papa Francisco o nomeou para a Arquidiocese de Santa Maria, tomando posse canônica no dia 15 de agosto, no Santuário Basílica da Medianeira, tornando-se o 2º Arcebispo Metropolitano de Santa Maria.

Dom Leomar também está na Comissão das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil e foi eleito esta tarde o Presidente da Comissão Episcopal para a Animação Bíblico-Catequética. No Regional, o Arcebispo está atualmente como Presidente das Comissões Episcopais para a Doutrina da Fé e para a Educação e Cultura. Na Presidência do Regional, dom Leomar sucede dom José Gislon.


Vice-Presidente: Dom Cleonir Dalbosco


Bispo Diocesano de Bagé, dom Cleonir Paulo Dalbosco nasceu em Barros Cassal no dia 25 de setembro de 1970. Filho de Antônio Dalbosco e Isolda Teresinha Dalbosco, tem duas irmãs e quatro irmãos. Recebeu a Ordenação Diaconal em 20 de setembro de 1998 e a Ordenação Presbiteral em 20 de fevereiro de 1999.

Durante sua trajetória atuou como Vigário Paroquial e Pároco na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Santa Maria; Assessor Diocesano da Pastoral da Juventude, em Santa Maria; Guardião da Fraternidade Capuchinha de Santa Maria; Vigário Provincial e Definidor da Pastoral e Meios de Comunicação Social da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, Província do Rio Grande do Sul. Dom Cleonir serviu como Ministro Provincial da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, Província do Rio Grande do Sul, em dois triênios.

Em 26 de setembro de 2018 foi nomeado para a Diocese de Bagé, tendo sido ordenado em Barros Cassal, no dia 1º de dezembro do mesmo ano e tomado posse 15 dias depois, em 16 de dezembro de 2018. Atualmente acompanha a Pastoral da Saúde no Regional e sucede dom Rodolfo Weber, Arcebispo de Passo Fundo, na Vice-Presidência do Regional.



Dom Carlos Romulo Gonçalves e Silva, bispo diocesano de Montenegro, nasceu em 24 de janeiro de 1969, em Piratini, Arquidiocese de Pelotas (RS). Estudou Filosofia na Universidade Católica de Pelotas (UCPel) e Teologia no Instituto de Teologia Paulo VI (UCPel). Fez Mestrado em Teologia Espiritual no Instituto de Espiritualidade da Pontifícia Universidade Gregoriana em Roma.

Foi ordenado sacerdote em 08 de dezembro de 1994, em Piratini. Em 22 de março de 2017 foi nomeado Bispo Coadjutor da Diocese de Montenegro, sendo ordenado Bispo no dia 04 de junho de 2017 na catedral São Francisco de Paula, em Pelotas. Em 18 de outubro do mesmo ano, assumiu como Bispo Diocesano, após a renúncia de Dom Paulo Antônio De Conto.

Atualmente, dom Carlos Romulo também é Bispo Referencial da Comissão Episcopal para a Comunicação no Regional Sul 3 e na Secretaria da Presidência sucede dom Adilson Pedro Busin.


Fonte: CNBB Regional Sul 3


Comments


bottom of page