top of page
Buscar

Conselho Permanente da CNBB se encontra para encaminhar questões da vida da instituição

A primeira reunião do Conselho Permanente após a 60ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), com nova formação – 80 participantes -, incluindo os presidentes eleitos para as Comissões Episcopais e para a presidência dos 19 regionais da entidade está acontecendo em Brasília (DF), de 20 a 22 de junho.

Abaixo da Assembleia Geral da entidade, conforme prevê o artigo 31 de seu estatuto, o Conselho Permanente é o órgão de orientação e acompanhamento da atuação da CNBB e dos organismos a ela vinculados, bem como órgão diretivo, eletivo e deliberativo.

Dom Leomar Antônio Brustolin, Arcebispo de Santa Maria, Presidente do Regional Sul 3 da CNBB e, também, Presidente da Comissão Episcopal Bíblico-Catequética da CNBB, participa do encontro, onde, de acordo com o secretário-geral da CNBB, dom Ricardo Hoepers, serão avaliados 216 nomes novos para integrar o corpo de serviços à CNBB para o quadriênio 2023-2027, sendo 55 assessores e 161 bispos, numa perspectiva de fortalecer a organização de forma sinodal, de comunhão e participação.


Saudação do representante do Papa

O representante do Papa Francisco no Brasil, o núncio apostólico dom Giambattista Diquattro, participou da abertura da reunião na qual saudou os novos membros do Conselho Permanente e agradeceu, em nome do Santo Padre, as orações pela saúde do sumo pontífice.


Na abertura da reunião, o arcebispo de Porto Alegre (RS) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Jaime Spengler, ressaltou que trata-se da primeira vez que o Conselho Permanente se reúne depois da 60ª Assembleia Geral. Ele informou também que a atual presidência, cumprindo a tradição prevista no Estatuto da instituição, deu início a uma série de reuniões institucionais junto a representações da República e da sociedade civil brasileira.

O presidente da CNBB informou sobre as reuniões realizadas com a nova presidência da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), com o presidente da República e o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome. Também falou das reuniões agendadas com representantes do poder legislativo e do Supremo Tribunal Federal.

O arcebispo de Goiânia (GO) e primeiro vice-presidente da CNBB, dom João Justino de Medeiros Silva, ressaltou que a reunião configura-se como um momento importante de definir os nomes dos bispos que comporão as Comissões e outros nomes que integrarão o quadro de serviços à Conferência.

O segundo vice-presidente da CNBB, recém nomeado arcebispo de Olinda e Recife (PE), dom Paulo Jackson Nóbrega de Souza, ressaltou o papel do Conselho Permanente como espaço de encaminhamento das questões apontadas pelas Assembleias. “Entre uma assembleia e outra, somos nós que conduzimos os rumos pastorais da Igreja no Brasil”, disse.


Saiba mais clicando aqui.




Com informações da CNBB.

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page