top of page
Buscar

CF 2024 tem como tema a Fraternidade e Amizade Social

Nesta Quarta-feira de Cinzas, foi lançada para a imprensa local e regional a Campanha da Fraternidade 2024, que aconteceu diretamente do Centro de Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter, com transmissão ao vivo pelas redes sociais da Arquidiocese de Santa Maria e, também, da CNBB SUL 3.


Neste ano, a CF convoca todos para a responsabilidade coletiva de quebrar barreiras, levando o amor para além dos limites da geografia. Sob o tema Fraternidade e Amizade Social, e o lema “Vós sois todos irmãos e irmãs” (Mt 23,8), Dom Leomar Brustolin, Arcebispo de Santa Maria e Presidente do Regional Sul 3 da CNBB, explanou sobre a Carta do Papa Francisco sobre a CF 2024, que nos mostra que neste ano, busca-se fazer um caminho quaresmal em três perspectivas:


  • primeiro, incentivar as pessoas a verem as situações de inimizade que geram divisões, violência e destroem a dignidade dos filhos de Deus;

  • segundo, impulsionar as pessoas a iluminar-se pelo Evangelho que as une como família;

  • terceiro, a agir conforme a proposta quaresmal, de uma conversão constante, promovendo o esforço para uma mudança pessoal e comunitária.


A Campanha da Fraternidade, assumida pelo episcopado brasileiro, completa 60 anos num movimento de oração, conversão e solidariedade que gerou muitos frutos na Igreja e no Brasil. Serão cinco semanas intensas de mobilização, que culminarão na Coleta Nacional da Solidariedade, no dia 24 de março, e em todas as celebrações do fim de semana do Domingo de Ramos.

A Coleta Nacional da Solidariedade é fundamental para garantir o apoio a muitas iniciativas solidárias de empreendedorismo comunitário, combate à fome, entre outras, indicadas pela própria Igreja espalhadas pelo país, sempre ligadas ao tema da própria Campanha de cada ano, conforme divulgado nos editais do Fundo Nacional de Solidariedade.

Em 2023, a Campanha da Fraternidade foi refletida e vivenciada sob o tema “Fraternidade e fome”, diante da situação de retorno do país ao Mapa da Fome. Com recursos da Coleta Nacional da Solidariedade do ano passado, o Conselho Gestor do FNS realizou três reuniões. Foram aprovados 240 projetos indicados pelos bispos e distribuídos R$ 6.577.799,88 em todo país.



A Campanha da Fraternidade

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) propõe à Igreja e a todos os homens e mulheres de boa vontade, pela 60ª vez, desde 1964, a Campanha da Fraternidade. No Brasil, a Campanha da Fraternidade é um modo de a igreja celebrar o tempo da Quaresma, com oração, jejum e caridade associado à reflexão e ação sobre um tema específico.

Expressão de comunhão, conversão e partilha, a Campanha desperta o espírito cristão e comunitário na busca do bem comum; educa para a vida em fraternidade e renova a consciência da responsabilidade de todos pela ação evangelizadora, em vista de uma sociedade de irmãos.

A Coleta Nacional da Solidariedade, gesto concreto da Campanha da Fraternidade, acontece em todas as comunidades do Brasil, no Domingo de Ramos. Em 2024, a Coleta será realizada no dia 24 de março. Do total arrecadado, as dioceses enviam 40% ao Fundo Nacional de Solidariedade (FNS), gerido pela CNBB, ação responsável pelo atendimento a projetos sociais em todo território brasileiro. A outra parte, 60%, permanece nas dioceses para atender projetos locais, pelos respectivos Fundos Diocesanos de Solidariedade (FDS).

Commenti


bottom of page