Buscar

Abertura do X Encontro Mundial das Famílias e Encontro da Província são realizados em Santa Maria.

Atualizado: 24 de jun.

Bispos da Província Eclesiástica de Santa Maria reuniram-se para debater a formação dos presbíteros e a Comissão para Vida e Família celebrou em comunhão com Roma a abertura do X Encontro Mundial das Famílias.



Em comunhão com a Igreja de Roma a Arquidiocese de Santa Maria realizou na tarde de 22 de junho a abertura local do X Encontro Mundial das Famílias. A celebração eucarística realizada na Basílica da Medianeira, presidida por Dom Leomar Antônio Brustolin e concelebrada pelos bispos da Província Eclesiástica, contou com a participação de mais de 30 padres das dioceses que formam a província. Além de famílias de diversas paróquias que presenciaram a Santa Missa. A abertura do encontro acontece ao mesmo tempo que a reunião da Província Eclesiástica, onde os bispos debateram a formação dos presbíteros.


A necessidade de as famílias serem mais colaborativas entre si, em um senso de recuperação da comunidade, no senso comunitário e ajudar as famílias fragilizadas para que possam chegar a uma plenitude daquilo que o Reino de Deus nos propõe foi o destaque da homilia de Dom Leomar.


O arcebispo ainda refletiu sobre a exortação apostólica Amoris Laetitia, com a leitura do último parágrafo do texto do Papa Francisco – “Há um apelo constante que provém da comunhão plena da Trindade, da união estupenda entre Cristo e a sua Igreja, daquela comunidade tão bela que é a família de Nazaré e da fraternidade sem mácula que existe entre os Santos do céu. Mas contemplar a plenitude que ainda não alcançámos permite-nos também relativizar o percurso histórico que estamos a fazer como família, para deixar de pretender das relações interpessoais uma perfeição, uma pureza de intenções e uma coerência que só poderemos encontrar no Reino definitivo. Além disso, impede-nos de julgar com dureza aqueles que vivem em condições de grande fragilidade. Todos somos chamados a manter viva a tensão para algo mais além de nós mesmos e dos nossos limites, e cada família deve viver neste estímulo constante. Avancemos, famílias; continuemos a caminhar! Aquilo que se nos promete é sempre mais. Não percamos a esperança por causa dos nossos limites, mas também não renunciemos a procurar a plenitude de amor e comunhão que nos foi prometida”.

Avancemos famílias, não percamos a esperança, busquemos a plenitude e a santidade que Trindade perfeita família de amos nos revela e nos acompanha” - repetiu o arcebispo.

Após a celebração aconteceu, na Cripta da Basílica, uma formação com assessoria do Pe. Édson Pereira, da diocese de Cachoeira do Sul, assessor regional da Pastoral Familiar. O presbítero falou sobre as 7 Catequeses do Papa Francisco para o Encontro: As Famílias de hoje; As Famílias à luz da Palavra de Deus; O Grande Sonho de Deus; O Grande Sonho para todos; A cultura da vida; A cultura da esperança; A cultura da alegria. O Papa Francisco escolheu, em junho de 2021, o tema “Amor em família: vocação e caminho de santidade” para o Encontro Mundial das Famílias que acontece em Roma, entre os dias 22 e 26 de junho 2022 com ações em todas as dioceses do mundo.


De acordo com o Pe. Fábio Batistella, referencial para Vida e Família na arquidiocese, a formação trouxe, de forma muito profunda, elementos importantes que ajudarão a caminhada da Pastoral Familiar na arquidiocese.

Somos agradecidos a Deus por esta oportunidade, de estamos em comunhão com o Papa Francisco e estarmos crescendo neste trabalho junto com todas as pastorais e movimentos em prol de nossas famílias” – destacou o padre.

As próximas ações da Comissão de Vida e Família são a Semana Nacional das Famílias, no mês de agosto e a 1ª. Romaria das Famílias, no dia 12 de outubro.